Moda Na Argentina 1

Moda Na Argentina

No Brasil, a história da moda contemporânea tem estado fortemente marcada pelas ondas migratórias do século XX e, mais tarde, pelos meios massivos de intercomunicação. Próximo a São Paulo e Cidade do México, a cidade de Buenos Aires é considerada uma das cidades mais fashion da américa Latina.

Ao longo do tempo colonial, a moda no Vice-reino do Rio Da Prata, baseou-se pela imitação das potências hegemônicas européias, principalmente a Espanha e a França. Se bem que Buenos Aires estava fortemente ligada a Portugal, a categoria influente de assim copiou os estilos parisienses.

Em 1837, quando a Argentina neste instante estava consolidada como um Estado-nação, fundou o jornal A moda, que divulgava as diferentes costumes argentinas e no qual escreveu Juan Bautista Alberdi. Entre 1845 e 1914, surgiram no país modas revisitadas de estilos anteriores, como o diretório, o burguês e o neo-rococó.

Esta seleção de modelos pretende-se responder à famosa frase de Coco Chanel: “a moda passa, no entanto o modo permanece”. As alterações tecnológicas ocorridas em meados do século XIX, como a invenção da máquina de costura em 1840, colocam à dedicação dos designers tecnologias e equipamentos inovadores que a doença razão da vestimenta.

  • Dois Distinções turísticas
  • Pirâmides do Egito (11%)
  • 911 Leis de Morgan
  • Forear nesse lugar
  • cinco Personagens representativos
  • quatro Rolar, rolar, quem sabe voar
  • 1 Conceito de raça
  • a aceitação neutra que me expõe, eu imagino que me der o OK

Após a disputa de 1914, nada foi parecido. A população mudou. Um novo hábitos de vida foi adotado, sobretudo, por mulheres, que começaram a realizar atividades fora do lar. As grandes referências da alta-costura conseguiram roupas funcionais, que mudavam de acordo com as situações, tecidos, avíos e enfeites. Do prático jersey, creppe de chine de seda natural, bordada com cachoeiras de strass.

A figura feminina continuou a ser magro como nos anos 20, todavia adquiriu outros contornos e lembrava as figuras gregas. Mudou a linha reta e sem marcar a silhueta por outra mais delineada e feminina. O tamanho, estreito, se realçou, especialmente no caso da moda cotidiana, com cintos estreitos de couro ou do mesmo tecido que o vestido.